Descalça é bem melhor!

Atualizado: 20 de out.

Calma, isso não é um ataque a nossa querida Havainas, vou te explicar direitinho:


Nosso pé possui uma camada de tecido fibroso que recobre os músculos da região plantar chamada de aponeurose ou fáscia plantar. Esta fáscia é de suma importância para a caminhada, pois é ela quem forma nosso arco plantar e proporciona o chamado mecanismo Windlass (algo como “guindaste” em português).

O Windlass Mechanism funciona mais ou menos como um guincho: quando você anda, há um momento em que tira o calcanhar do chão, deixando apenas os dedos para sustentar a carga do corpo, e é nesse ponto de dorsiflexão que o arco plantar entra em ação, ativando a fáscia plantar para reduzir a força de tração dos ligamentos e de compressão das articulações.

Em outras palavras, esse mecanismo alivia a barra dos ligamentos e articulações usados na caminhada e distribui a energia necessária para o movimento acontecer de forma estável e segura.

Agora, quer saber como o famoso “chinelo de dedo” pode atrapalhar tudo isso?

É bem simples: quando você anda de chinelo, seu dedão é naturalmente flexionado para não deixar a sandália cair, fazendo com que você pise no solo com a fáscia plantar um pouco encurtada, o que provoca a inibição dessa estrutura e, consequentemente, do mecanismo mencionado.

Essa má distribuição de forças pode levar a dores e patologias, e não há dúvidas que isso pode afetar sua performance na corrida também.

Por isso, use seu chinelinho na rua para não pisar em cacos de vidro por aí, mas, em casa, bote esse pé no chão e deixe ele fazer o trabalho que foi projetado para fazer! #NãoSubestime #SeuPézitxo

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo