Yoga para ansiedade - como e por que funciona.

Atualizado: 20 de out.

Já é comum que, em consultórios médicos, pacientes diagnosticados com ansiedade e estresse crônico recebam a recomendação de praticar yoga. Mas você sabe por que?


Existe uma ideia muito vaga de que o yoga é uma atividade física tranquila e, por isso, ajuda a relaxar. O que acaba, muitas vezes, sendo entendido como monotonia a afastando as pessoas que mais precisam experimentar.



A realidade é que o yoga, que engloba toda uma filosofia de vida, tem práticas físicas das mais diversas - desde 5 minutos de puro relaxamento até 1h30 de força, flexibilidade e resistência. Encontrando aquela que se encaixa no seu perfil, na sua rotina e nos seus objetivos, o yoga pode, de fato, ser um fator decisivo na sua saúde mental, através de 5 pontos:


1. Diminuindo a tensão muscular

A movimentação do corpo proporciona o relaxamento do músculos e consequente alívio das tensões corporais. Um corpo mais relaxado envia a mensagem ao cérebro de que está tudo bem e ele pode relaxar também.


2. Regulando o fluxo respiratório

O fluxo respiratório está diretamente ligado ao sistema nervoso, que aciona ou inativa os mecanismos de estresse e ansiedade. A respiração que aprendemos durante a prática nos ajuda a criar um padrão respiratório mais suave e os Pranayamas feitos isoladamente são ferramentas valiosas na contenção das crises



3. Reduzindo a pressão sanguínea

A prática de Yoga e meditação é capaz de reduzir significativamente a pressão arterial, sendo indicada, inclusive, no tratamento da hipertensão (Wolff et al, 2013). Essa manutenção saudável da pressão sanguínea e frequência cardíaca evita os picos em momentos de crise e, caso aconteçam, diminui o risco de consequência mais graves, como os infartos agudos.


4. Proporcionando autoconhecimento

Com a prática regular de yoga, toma-se maior consciência dos sinais do corpo e da mente. Fica mais fácil observar os pensamentos que desencadeiam a ansiedade e observa-los sem deixar-se consumir por eles. Da mesma forma, melhora também a percepção dos detalhes no corpo que indicam a necessidade de uma pausa, um alongamento ou movimento específico para melhorar o estado geral.


5. Mantendo a mente no presente

O exercício de se manter conectada com o momento presente é um dos pilares do Yoga e pode ser a chave para não cair em ciclos de preocupação ruminantes, que consomem o tempo presente em prol de temores e aflições sobre o futuro.


No meu Instagram, eu trouxe uma mini prática para fazer sempre que se sentir ansioso/a, além de um Pranayama (técnica respiratória do yoga) muito simples para fazer em qualquer lugar, a qualquer momento. Essas são só algumas ferramentas que você pode utilizar para sentir na pele os efeitos do yoga na sua ansiedade.



Faça o teste, observe como se sentiu, experimente outras técnicas, tente uma meditação guiada... Você pode e merece ter uma vida mais leve, sem a sombra da ansiedade pairando na sua cabeça. E o yoga está aqui pra te ajudar.


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo